Seguidores

domingo, 11 de agosto de 2013

FAMÍLIA

     A família  é a célula básica da sociedade, é o alicerce da construção, se ela não for bem alicerçada não resistirá. Não é raro ouvir  adolescentes dizerem que não se dão bem com a família. Recém saídos da infância, alguns jovens com apenas 13, 14 anos já tem conflitos seríssimos com seus pais.
     Há casos de adolescentes que com os pais separados, apoiam o pai ou a mãe, tornando-se violentamente agressivos. E a família que deveria ser um ninho de amor, um refúgio contra agressões da vida, passa a ser o palco de ofensas e discussões, porque alguns dos seus membros são desequilibrados, cometendo exageros que se tornam fonte permanente de conflitos.
     Há famílias que proíbem demais, a ponto de não se importarem com os desejos e necessidades dos filhos. Outras, nada proíbem, não dando atenção aos problemas de seus filhos.
     Certa vez. dois adolescentes comentavam:" Não gosto de ficar em casa, porque lá tudo é proibido, disse o primeiro". "Pois eu juro que gostaria de ter um pai que me proibisse de fazer alguma coisa. O meu não dá a mínima importância para o que eu faço. Acho que se um dia eu chegasse com um diamante roubado, ele nem tiraria os olhos do jornal e ainda diria: " Está bem".A verdade é que para alguns a família se tornou sinônimo de proibição; para outros, de permissividade( tudo pode). Sem dúvida, o ideal é como diz o velho ditado:" Nem tanto ao mar, nem tanto à terra. É claro que algumas normas de convívio precisam existir, havendo portanto algumas proibições, mas sem exageros.
      Assim não é aconselhável para os jovens apelar para a anarquia e achar que tudo deve ser permitido em casa, e também não é bom que os pais usem de autoritarismo, proibindo quase tudo.
      É preciso que cada um ceda em alguma coisa, para que todos se beneficiem, ou pelo menos que a família não seja prejudicada como um todo.
     Os jovens devem compreender que é impossível viver em comunidade sem proibições ou normas disciplinares. Alguém precisa renunciar para que haja harmonia entre todos. Não adianta apenas fazer o que se quer, porque o primeiro prejudicado seria ele mesmo. Deve, pois, procurar  descobrir o que tem sentido como proibição e o que é justo que se permita em casa, discutindo o assunto com calma e inteligência com seus pais e irmãos. Sem dúvida, a vida em família se tornará sempre um encontro agradável.
    Não existe família sem problemas, mas muitos problemas surgidos nas famílias, podem ser pontes de união quando revelados e debatidos.
    O êxito na vida familiar está na aceitação, no respeito, na humildade, na abertura e no perdão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...