Seguidores

quarta-feira, 1 de julho de 2015

SAMUEL

       Samuel, desde muito pequeno servia ao Senhor, ajudava o Sacerdote Eli no templo. Eli confiava muito mais em  Samuel do que em seus filhos que eram preguiçosos e desonestos.
      Certa noite, Eli estava dormindo em seu quarto e Samuel já estava quase dormindo , quando um voz lhe chamou: Samuel, Samuel e ele pensou que fosse Eli e foi até seu quarto e disse: O senhor me chamou? E Eli respondeu: Não, volte para sua cama e durma e Samuel obedeceu, mas quando estava quase dormindo ouviu de novo: Samuel, Samuel e isto aconteceu por 3 vezes, só então Eli percebeu que era Deus quem estava chamando. Então disse a Samuel que voltasse a dormir e se voltasse a ouvir  a voz dissesse assim: Fala Senhor, que estou escutando; e Samuel fez como Eli disse. Então Deus revelou a Samuel que ia tirar dos 2 filhos de Eli o direito de serem sacerdotes, tudo isso porque eles estavam desrespeitando a Deus e o povo. No dia seguinte, Samuel contou a Eli o que Deus havia falado . O povo tinha muito respeito por Samuel. Depois de algum tempo Eli faleceu e Samuel embora muito jovem começou  a orientar o povo sobre o que fazer para para vencer os inimigos.. Então os líderes o nomearam JUIZ ( Chefe) para orientar o povo. Aceitando essa tarefa, Samuel repetiu sua promessa de servir a Deus com fidelidade.
     Com sábias palavras ele lembrava ao povo seus deveres, de não adorar a outros deuses, de serem fiéis.
Orientados por Samuel, o povo enfrentou muitas batalhas até que venceram  e enquanto Samuel esteve  com eles, ninguém mais os incomodou. Samuel foi o último juiz.



RELACIONAR CONSIGO MESMO É O SEGREDO DE HARMONIA E FELICIDADE

( Deixar as crianças observar-se diante do espelho, incentivar  para que contem o que há  de bom em cada pessoa, junto com elas, observar, a beleza, a harmonia, a importância do corpo e dos valores que cada um tem. Observar que não há  duas pessoas iguais)


             REFLEXÃO
   Somos únicos, pelo corpo nos comunicamos e expressamos nossos pensamentos e sentimentos. Dentro de nós há uma força que nos dá vida e  movimento.
   Temos consciência de ser gente. Decidimos sobre nossos atos e governamos  o próprio corpo. Só a pessoa humana é capaz de dizer sim ou não. Só ela é livre, inteligente, criativa. Percebemos em nós também fraquezas e capacidades. A pessoa que se aceita com suas qualidades e limitações vive feliz consigo mesma e faz felizes os que vivem com ela.

          Confronto com a Palavra de Deus ( Gênesis 1, 26)


  Ao descobrir que somos capazes de agir com inteligência, criatividade e liberdade, percebemos que Deus  nos criou à sua imagem e semelhança. Somos semelhantes a Deus na capacidade de amar, criar, servir, perdoar e querer bem. É a própria vida de Deus em nós que nos da condições de conhecer nossos valores, possibilidades e aceitar nossas limitações. Que nos dá energia para que nos comuniquemos, governemos as coisas e vivamos felizes como irmãos.

         Vamos pensar

Deus nos fez gente com  uma cabeça para pensar, um coração para amar, uma vontade de decidir, pés e mãos para servir, a palavra para que nós nos comuniquemos. Podemos usar tudo isso para o nosso bem, para o bem dos outros e para louvar a Deus.


Motivar as crianças para que façam orações espontâneas. Agradecer a Deus pelo corpo que Ele nos deu e por todos os dons que colocou em nós.



Atitude de vida


*  Agradecer a Deus todos os dias  por nos ter criado com a capacidade de fazer o bem
* Aceitar aquilo que em nós não pode ser mudado, como a cor da pele, o jeito do corpo etc...


sábado, 20 de junho de 2015

O JOVEM TAMBÉM É EGOÍSTA

       Sem essa de sempre acusar os pais e a sociedade quando algum jovem fracassa na vida! Está certo que, em muitíssimos casos o jovem é vítima dos pais e da sociedade: abandono, agressões, pancadarias , tortura , violência de todo tipo  ou  mau exemplo dos pais e de outros adultos. Tudo isso pode causar nos filhos e nos jovens tal que acabem por se desencaminhar.
      Mas a afirmação de alguns pseudo-sociólogos e pedagogos de que, sempre que um jovem erra, a culpa é dos adultos  precisa que se prove, simplesmente porque há jovens egoístas  que, apesar do bom exemplo e do amor que recebem, escolhem o caminho do vício e do  crime.
     Está certo que um jovem culpado de seu vício ou de seus crimes pode ser mais vitima do que a gente. Em geral os jovens são consequência de uma sociedade que não sabe o que fazer  por eles e com eles. Percebem muito cedo que não são desejados e que estão atrapalhando; e reagem como animais acuados e agredidos: atacam e ferem. Outros preferem atitudes de escorpião cercado pelo fogo: destroem-se no próprio veneno. Isso explica em parte o aumento da criminalidade juvenil e a verdadeira catástrofe nacional que vem tornando o consumo de drogas entre a juventude. Admitamos, pois que a sociedade tem culpa e que muitíssimos pais destroem seus filhos, seja pela dureza com que os tratam, seja pelo mau exemplo de vida que dão. Mas há pais bons que, de tão bons acabam dominados e manipulados pelos filhos.
   Há filhos egoístas que sabem que podem manipular os pais e que escolhem a droga, escolhem a prostituição e a vida desregrada mesmo vendo em casa a sinceridade, a ternura e o bom exemplo.
    Talvez esteja   na hora de os que amam a juventude gritarem umas verdades cristalinas sobre alguns seres humanos egoístas que só pensam em si e que usam despudoradamente os outros para atingir seus  objetivos.
  Entre estes seres egoístas há milhões de jovens e velhos, mas não vamos excluir milhares de jovens desta lita, só porque são jovens.
   Há jovens egoístas que não estudar, trabalhar, não querem participar, não querem renunciar a nada. Querem todos os direitos e não aceitam nenhum dever.. Estes perderam a humanidade muito cedo.
Sem essa de acusar a sociedade e os pais por todos os desvios da juventude! Ainda que 99% de culpa coubesse aos pais e à sociedade, não faria mal algum se ao menos 1% ficasse com o jovem. Porque existem jovens podres de orgulho e de egoísmo. E eles também precisam se converter e pedir desculpas.
Tenho dedicado minha vida minha vida inteira aos jovens. Conheço prodígios de bondade e de dignidade entre eles. E aposto na grande maioria. Mas admito que já encontrei muitos jovens que causaram sua própria ruína. Não tem ninguém a quem culpar senão a si mesmos e ao seu orgulho. O egoísmo também ataca aos dezoito anos. E é bom que os jovens admitam isso. Viverão melhor com esta verdade que dói mas que não deixa de ser verdade.

Pe. Zezinho scj

sábado, 13 de junho de 2015

BÍBLIA: COMUNICAÇÃO DIRETA E VERDADEIRA

     Muito tem se falado sobre uma velha conhecida nossa. De vários tamanhos e com capas diferenciadas .É a informática modernizando o que o mundo eternizou como a comunicação mais antiga do mundo: A Bíblia. Escrita em pergaminho e papiros, ela tem trazido através dos tempos a Palavra Divina escrita sob a inspiração do Espírito Santo de Deus.
   É interessante observar que apesar de estar em idade bastante avançada, a Bíblia está sempre atual. Mesmo com o passar dos tempos, os problemas políticos e econômicos se repetem e a Palavra   de Deus sempre tem respostas para as diversas situações de nossas vidas. Entretanto mais do que respostas, a Bíblia contém reflexões sobre a história do povo de Deus, sobre nossas origens.
    Folheando seus livros , estamos tomando contato com um dos livros mais lidos de toda história da humanidade. Antes e nós, milhões de pessoas procuraram nela um sentido para suas vidas e o encontraram. A pergunta que nos cabe neste momento  é: por que será, que apesar de tanto tempo, o interesse pela  Bíblia não desapareceu por completo? Ora, um livro tão procurado e lido por tanta gene ao longo de tantos séculos deve possuir algum segredo muito importante para a vida. O certo é que só chega a essa conclusão aquele que já leu alguns de seus textos. Mas talvez as respostas para as dúvidas como esta estejam na cabeça de cada um. Afinal al´em da Bíblia conter a a palavra de Deus, escrita sob a Luz do Espírito Santo ela é a forma de comunicação mais direta e verdadeira que existe.


                     ORAÇÃO DA BÍBLIA

Obrigado Senhor, pela tua palavra, que por amor a nós se fez carne e habitou entre nós
Obrigado, porque nos destes ouvidos para escutá-la, olhos para percebe-la e coração para amá-la
Obrigado,porque, por ela, não mais vivemos na escuridão, não mais andamos sem esperança, não mais teremos que lutar sozinhos.
Obrigado, porque ela nos dá a certeza de que  Tu nos ama e nos espera em tua casa.
Senhor, se é sob tua Palavra que devemos lançar as redes e construir aqui na terra o teu Reino de Justiça, dá-nos entende-la e vive-la em plenitude.
Envia teu Espírito Santo , para que nos ajude e nos de força para cumpri-la.
              Que tua Palavra Senhor:
Mostre aos poderosos  os limites  de seus poderes para que não se atrevam em violar os direitos dos fracos.
Indique aos humilhados o caminhos certo para conseguirem pão, justiça, paz e trabalho.
Encaminhe os pecadores para o arrependimento e a conversão, disponha os ofendidos ao perdão, firme a coragem dos perseguidos, deixe brilhar para os pobres uma esperança de tempos melhores.
Faça entender a todos que só pelo amor voltará a justiça, só pelo trabalho será realizada a reconstrução, só pelo sacrifício se chegará à transformação e só pela morte se nasce para a vida eterna.



COBRADORES DE IMPOSTOS

   A história do cobrador de impostos é também um pouco da nossa história. Como ele, descobrimos o que a experiência da pobreza, da inquietude, da fragilidade, do proceder incerto da traição e o seu retorno da são uma irrenunciável dimensão da nossa existência. Até suspeitamos que, no fundo, seja esse o nosso retrato mais autêntico. Assim é, não obstante os frequentes abalos da nossa onipotência e as decisões que parecem mover as montanhas.
   Consola o comentário que Jesus faz à parábola: " Asseguro-vos que o cobrador de impostos retornou para sua casa perdoado; o outro, ao invés, não. Porque quem se exalta, será humilhado, quem se humilha será exaltado" ( Lc 18,14 ).
   Dos fariseus, temos um impulso para falar mal, dizendo que são falsos e pretensiosos. A história que Jesus nos conta não diz isto. O juízo crítico de Jesus está no estilo global da vida: a pretensão de resolver os problemas da existência, aumentando o índice do empenho é a pretensão de fazer tudo sozinho. O abraço de Jesus para com o pobre cobrador de impostos não é devido ao fato que era um pobre pecador. A sua atitude se justifica no confiar num transcendente, fora da sua vida , capaz de segurar o seu grito de invocação.
   Tanto o fariseu como o cobrador de impostos reconhecem ter limites para superar. E são essas experiências  que nos perturbam sobre  a existência de cada pessoa.  No desejo de uma nova vida, as estradas  das suas vidas seguem vias diferentes. Um bate na estrada do empenho; outro na estrada da confiança.
   Faz-nos entender que existem verdadeiramente dois modos de ser homem ou mulher, dois modos de ser de definir a qualidade da própria identidade: O da presunção, da certeza, onde são claros o empenho e a traição e o dos dois braços trêmulos, elevados aos céus, na esperança de encontrar dois braços fortes para agarrar.
   Agrada-nos a escolha do cobrador de impostos. Causa-nos alegria  saber o quanto ele é caro para Jesus.
   Agrada-nos o  modo de vida do cobrador de impostos como tentativa de descrever adequadamente um pouco da nossa vida: A experiência do fim.
   É um dado comum, do qual ninguém escapa. Podemos tentar sair através da pretensa presunção de fazer tudo sozinho, aumentando eventualmente a dos  do empenho. Na experiência do finito podemos também sucumbir: quando se torna motivo de desespero e quando se embriaga de desempenho e de estrondo.
 Porém podemos aprofundar na invocação, em companhia do cobrador de impostos da parábola.
Quem sabe viver assim a experiência de finitude, como verdade de si mesmo, eleva ao Senhor o grito de sua vida, encontra a alegria de viver e a liberdade de esperar. Reconhecer o poder de invocar o seu Senhor, não porque tem alcançado a perfeição, mas porque se tem o desejo de transpô-lo. Somente Ele é o fundamento, a razão da própria vida.

BEM AVENTURADA ÉS TU ENTRE AS MULHERES

No Antigo Testamento, a expressão  bem aventurado, é de alguém que participa da salvação, que vive conforme  à vontade de Deus e merce o Reino dos céus.
  No Novo Testamento, quando o anjo visita Maria diz: " Ave cheia de graça", que quer dizer; Deus colocou em ti toda beleza celeste, todas as bem aventuranças. Por isso também, quando Isabel recebe Maria em sua casa  diz: " Bem aventurada entre as mulheres", que quer dizer em ti está toda felicidade vinda da parte de Deus, em ti está a soma d todos os bens vindo dos céus.
  Santo Agostinho é que dizia e considerava, "bem aventurado", como  de todos os bens vindo de  Deus, aqueles que encontram a posse das coisas do alto, aqueles que não juntam tesouros na terra, mas sim que vendem tudo para comprar a pérola preciosa.
  Como Maria somou esses bens, encontrou neles a fonte que sacia toda a sede, não se importou em recolher nada para si, apenas em ter a pérola, a única, mas que não tem valor de tão preciosa que que é, por isso hoje , toda  a Igreja aclama, como o Anjo da Anunciação" Ave cheia de graça", e Maria mesma profetiza no Magnificat: " Todas as gerações me proclamarão bem aventurada" .
   Bendito seja e adorado seja nosso Deus de amor por ter feito Maria e dela fazer a bem aventurada, a fonte de felicidade do Pai, e a razão da alegria dos  homens.




quarta-feira, 10 de junho de 2015

SER CATÓLICO NO MEIO DO PLURALISMO RELIGIOSO

No  dia-a-dia nós nos deparamos  com uma variedade enorme de religiões e cultos diferentes. A quantidade e variedade  tem crescido constantemente. O pluralismo religioso não é novidade, mas atualmente tem sido um desafio cada vez maior para a evangelização.
OS SINAIS DESSA NOVIDADE SÃO VÁRIOS
- Novos templos e casas de oração, todos os dias.
- Igrejas com as mais diversas denominações,
- Cultos e maneiras de rezar diferentes uns dos outros,
- Redescoberta de símbolos sagrados de diversas religiões, sendo às vezes transformados em objetos de consumo.
- Encontramos-nos com pessoas de outras religiões no ônibus, no trabalho, na vizinhança e na própria família.
As divisões acontecem " em nome de Deus", isto é, a Deus  é atribuída a responsabilidade pelas divisões nas igrejas.
Discute-se religião, Bíblia e igreja , não para chegar a um amadurecimento da própria fé, mas num clima de disputa e concorrência.
Para muita gente, este fenômeno traz medo, cria  insegurança e dúvidas.
Com dialogar com pessoas de outras crenças religiosas?
Primeiro podemos  salientar que todas as pessoas que tem religião querem encontrar-se com Deus. com o Divino, com o Sagrado com a felicidade.
Muitas vezes fazem muito sacrifício para seguir uma religião, demonstrando o quanto este encontro é importante. Assim cada qual deve respeitar a vontade do outro antes de criticá-la.
Mas as pessoas também buscam soluções para as dificuldades da vida.
 A solidariedade entre os seguidores de uma religião ou movimento é uma resposta aos problemas que enfrentam no dia-a-dia.
 Vivemos no mundo da fragmentação da cultura, da religião, da esperança, da ética. Não nos conhecemos. poucos se conhecem entre si. Somente uns 15 milhões de católicos conhecem a fé cristã católica, os demais não nos conhecem!
Encarar o  problema deste ser humano que busca ser feliz, busca Deus e espera com sua força construir um futuro melhor, é saber: CONVIVER, SER SOLIDÁRIO E TER O DIÁLOGO COMO MISSÃO!

Também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...